logo-site

1. O músculo mais potente do corpo é a língua.
(minha namorada sempre me elogiou quanto à isso hehe)

2. Os nossos olhos são sempre do mesmo tamanho, desde o nascimento, enquanto que as orelhas e o nariz nunca param de crescer.
( conheço pessoas que o nariz cresce mais rapido que a unha)

3. Os destros vivem em média 9 anos a mais do que os canhotos.
(ótima notícia, minha sogra é canhota)

4. A força necessária para dar três espirros consecutivos, queima exatamente o mesmo numero de calorias que um orgasmo.
(agora eu sei porque os nerds estão sempre gripados)

5. Se não exercitarmos o que aprendemos, esquecemos 25% em seis horas, 33% em 24 horas e 90% em seis meses.
(mentira isso ai, eu esqueço 90% em meia hora e olhe lá)

6. Em média, uma criança de 4 anos faz 437 perguntas por dia.
(pra essas situações se usa fita durex)

7. Numa vida, um ser humano passa, em média, 8 anos em filas de espera.
(“um ser humano”, imagina então os brasileiros)

Gostou do Post? Compartilhe:

Foram as escolas fundadas na Europa no século 12. Isso se considerarmos o modelo de escola que temos hoje, com professor e crianças como alunos. Na Grécia antiga as crianças eram educadas, mas de modo informal, sem divisão em séries nem salas de aula. Já na Europa medieval o conhecimento ficava restrito aos membros da Igreja e a poucos nobres adultos.

A palavra “escola” vem do grego scholé, que significa, acredite se quiser, “lugar do ócio”. Isso porque as pessoas iam à escola em seu tempo livre, para refletir. Vários centros de ensino pipocaram pela Grécia, por iniciativa de diferentes filósofos. As escolas geralmente eram levadas adiante pelos discípulos do filósofo-fundador e cada uma valorizava uma área do conhecimento. A escola de Isócrates, um exímio orador, por exemplo, era muito forte no ensino da eloqüência, que é a arte de se expressar bem. Mas as escolas multitemáticas, que contemplam as disciplinas básicas que temos hoje, como matemática, ciências, história e geografia, só surgiram entre os séculos 19 e 20.

 

Gostou do Post? Compartilhe:

Se você já se perguntou por que as mulheres não têm barba, saiba que a resposta está nas diferenças hormonais entre homens e mulheres. Todos os seres humanos, independentemente do sexo, têm uma pelugem em áreas específicas do corpo, como genitais e axila. Mas os homens também têm pelos no rosto.

O crescimento dos pelos é definida pelos hormônios androgênios, que estimulam o crescimento dos fios. Os homens têm taxas maiores de androgênios e, por isso, eles apresentam pelos mais fortes e grossos.

Nas mulheres, os hormônios femininos inibem o crescimento do pelo facial. Contudo, algumas mulheres que apresentam mais testosterona e androgênio no organismo podem sim apresentar uma pelugem semelhante à barba masculina. Nestes casos, é necessário procurar um médico para tratar o problema.

Nos homens, os hormônios masculinos são os principais responsáveis pelo nascimento da barba, mas é a genética que define o volume e o tipo de barba que eles terão.

barbuda
Gostou do Post? Compartilhe: